Croácia de carro: tudo que você precisa saber

Se você leu meus diários de intercâmbio aqui no blog, já sabe que no final do nosso período morado na Irlanda, passamos quarenta dias viajando pela Europa. Vou compartilhar essa viagem com vocês aos poucos, contar sobre o roteiro, dicas para economizar na sua “eurotrip”, além das dicas específicas de cada lugar incrível que conhecemos. Não foi fácil escolher os países e cidades que queríamos conhecer nesse período, mas de uma coisa nós tínhamos certeza: queríamos conhecer a Croácia de carro.

Depois das nossas experiências na Islândia e Irlanda, posso afirmar com todas as letras que não existe forma melhor de se explorar as belezas naturais de um país do dirigindo e com toda liberdade que o carro te dá. E a Croácia é um país com uma costa incrível, ilhas belíssimas e parques nacionais impressionantes, então queríamos conhecer tudo isso no nosso ritmo e com bastante flexibilidade.

Como alugar carro?

Comece pesquisando nesses agregadores de sites, como o RentCars ou o RentalCars, para você conhecer as locadoras disponíveis no país. Nós alugamos o carro pela Sixt para retirar dentro de Zagreb e o atendimento foi excelente na retirada e entrega do carro. Reservamos a categoria mais básica, que dizia ser um Volkswagen Up! ou semelhante, e quando chegamos lá soubemos que seria um Smart. Estávamos com pouca bagagem, então o tamanho do carro não era exatamente um problema, mas a locadora nos ofereceu um upgrade para um Audi A3 por €6/dia e acabamos aceitando. Achei que valia a pena, já quer iríamos passar oito dias dirigindo por mais de 1000km. A experiência foi ótima!

Na hora de alugar um carro, preste atenção no tipo de seguro que está incluso. Normalmente é o mais básico de todos e, no caso de qualquer acidente, você terá que arcar com uma franquia bem alta. Se você achar que vale a pena, pode solicitar um seguro mais completo, com franquia zero, assistência na estrada e outras vantagens.

Como são as estradas?

As principais rodovias, como a E65, que praticamente corta o país de norte a sul, são um tapete. O limite de velocidade é de 130km/h, mas a grande maioria dos carros anda acima disso. Não vimos radares, mas também não nos arriscamos.

As estradas secundárias são suficientemente boas (bem melhores que as brasileiras, diga-se de passagem). Em um momento, configurei errado o Google Maps e coloquei para evitar estradas com pedágios, então acabamos nos desviando por estradinhas bem menores. Aí são pistas simples, sem acostamento, mas também sem grande fluxo. É bem tranquilo de dirigir!

Como funcionam os pedágios?

Quando você pega a rodovia, vai passar por uma cabine de pedágio bem semelhante às que temos aqui nas estradas brasileiras. Nessa primeira cabine, você aperta um botão e retira um ticket que vem com as informações daquele posto, data e horário. Depois disso, você dirige livremente pela estrada por quantos quilômetros forem necessários, sem nenhuma interrupção. Ao sair da rodovia para entrar em uma cidade ou pegar uma estrada menor, você passará obrigatoriamente por uma nova cabine de pedágio em que encontrará um atendente. Nessa cabine, você deve entregar o seu ticket e ele te informará o valor a ser pago de acordo com sua viagem. Dá pra pagar com a moeda local (kuna), euros ou cartão. Super tranquilo!

croaciadecarro-6

croaciadecarro-7

croaciadecarro-8

Imprevistos acontecem!

Uma das desvantagens de viajar com carro é que você está sujeito a muitos imprevistos. Tudo bem que isso também acontece com qualquer outro meio de transporte, mas normalmente temos alguém na estação de trem, aeroporto ou rodoviária a quem recorrer. Quando estamos viajando de carro, os imprevistos podem ser um pouco mais chatos.

Um dia de manhã, em Split, vimos que o pneu do nosso carro estava furado! E aí, o que fazer? Os postos de gasolina na Europa não tem borracharia, estávamos em um país estranho e já com medo de nos cobrarem absurdos para consertar um pneu. Nossa grande sorte foi que estávamos ficando em um apartamento e o dono era um amor de pessoa! Entrei em contato com ele para perguntar de uma borracharia e ele foi nos encontrar no posto de gasolina em que estávamos, ajudou o Lucas a trocar o pneu e nos levou até a borracharia que ele conhecia no centro da cidade. Custou uns €7 pra arrumar e  perdemos algumas horas do nosso dia, mas podia ter sido bem pior. O borracheiro que fomos não falava nada de inglês, poderíamos ter caído em alguém que quisesse se aproveitar de uns turistas e cobrar super caro pro conserto… Então temos que estar preparados pra isso!

Tenha sempre em mãos o telefone da locadora do carro, saiba os telefones pra emergência do país em que está e não tenha medo de pedir ajuda pra locais! :)

croaciadecarro-3

É fácil estacionar dentro das cidades?

Parar o carro no centro das cidades é sempre pago, tanto na rua quanto nos estacionamentos cobertos. Minha maior dica nesse tópico é o seguinte: a Croácia tem vários estacionamentos públicos, desses que parecem nossos estacionamentos privados nas ruas brasileiras, que você paga por hora. Nos estacionamentos públicos o valor da hora é o mesmo do rotativo na rua. Ou seja, você pode deixar seu carro em um local coberto e sem se preocupar em achar um local pra fazer o pagamento do rotativo pelo mesmo preço. Procure sempre os estacionamentos públicos! :)

E abastecer o carro, é tranquilo?

Acho que o Brasil é um dos únicos lugares do mundo em que alguém abastece seu carro por você. Na Croácia, assim como Irlanda, Islândia, Uruguai, Estados Unidos e tantos países, você mesmo deve descer do carro e colocar a gasolina. Depois disso, basta entrar na loja de conveniência, ir até o caixa e informar o número da bomba utilizada. O pagamento sempre pode ser feito em dinheiro ou cartão. Se você nunca abasteceu um carro, pode ser que tenha uma certa dificuldade na primeira vez, mas garanto que é tranquilíssimo.

O que mais eu tenho que saber antes de ir pra Croácia de carro?

Aproveite cada momento. Não tenha medo de errar o caminho, pegar estradas menores, procurar por restaurantes e cafés mais distantes no Trip Advisor, fazer passeios bate-volta, mudar seu roteiro repentinamente ou escolher hospedagens mais distantes e com um melhor custo benefício.

Dá uma olhada no por do sol que pegamos no nosso primeiro dia com o carro, enquanto estávamos procurando um restaurante pra jantar! Nunca teríamos essa experiência se não estivéssemos de carro.

Se você gosta de dirigir (ou não se importa em fazê-lo), vai por mim e alugue um carro.

croaciadecarro-1

Tássia Rabelo

Oi! Meu nome é Tássia, tenho 25 anos e sou aquariana. Minha paixão por viajar veio cedo. Meus primeiros passos foram em uma viagem pra praia e ainda criança aprendi que dormir em uma barraca é normal, ouvir idiomas esquisitos é incrível e conhecer gente diferente é melhor ainda! Sou de Belo Horizonte e apaixonada por Minas Gerais e pelo meu Brasil, mas já morei em alguns outros lugares pelo mundo. Adoro fotografar, ler, fazer projetos manuais, cozinhar, assistir seriados, pesquisar sobre coisas aleatórias, me perder no mundo da internet e ouvir podcasts.