Monthly Archives

junho 2015

Quem leu o post de um ano de blog sabe que eu expressei por lá minhas preocupações em termos de  criação de conteúdo, já que não tinha grandes viagens planejadas pro segundo semestre desse ano. Só pensava em ir pra Bahia com meu namorado, o Lucas, em novembro, mas nenhuma viagem tão longa estava nos planos. E não é que tudo mudou? Uma viagem enorme entrou no calendário e em novembro eu e o Lucas embarcamos para uma temporada na Irlanda. Quem leu também o post Know your Blogger sabe que

Tem novidade pra vocês: Agora o Andar Comigo tem um canal no YouTube! ♡ Já fazia um tempo que eu queria inaugurar o canal, mas confesso que não tenho o costume de gravar vídeos em minhas viagens e ficava com medo de não levar pra frente por falta de conteúdo. Mas quer incentivo maior pra criação de vídeos do que o canal? Acho que vai funcionar ao contrário. Esses dias estava vendo fotos de uma viagem para a Europa com a família em 2008 e em todas as fotos minha

Os cadeados do amor ganharam a mídia com a decisão do governo francês de retirar toneladas deles da Pont des Arts em Paris. A decisão veio depois de algumas grades da ponte cairem no ano passado e ameaçarem a segurança de turistas e locais. Todos os cadeados foram retirados há cerca de um mês do local e foram instalados painéis pintados por artistas locais, que serão substituídos ainda por guarda corpos de vidro. Os cadeados do amor são colocados por casais em grades de locais públicos (pontes, portões, fontes) para

Chegamos em Colônia, nossa última cidade alemã, querendo experimentar alguns pratos típicos que não tínhamos provado ainda. O primeiro deles foi o joelho de porco, sempre acompanhado de uma salsicha. Escolhemos a Cervejaria Früh para provar a típica cerveja local kölsch, sempre servida em copinhos de 200ml, e a escolha não poderia ter sido melhor. O lugar é enorme, era um final de tarde chuvoso e estava repleto de alemães em seu momento happy hour. Não foi difícil conseguir uma mesa, mas um pouco mais tarde (umas 20h) já tinha fila de

O Schokoladen Museum era um dos lugares que eu mais queria conhecer em Colônia. Um museu do chocolate feito/patrocinado pela Lindt – será que tem jeito de melhorar? O museu fica às margens do Rio Reno, então fomos caminhando pela beirada do rio. O passeio é super agradável e dá pra ir tranquilamente a partir do centro, apesar de parecer um pouco longe. No caminho é possível alugar bicicletas, se você preferir esse meio de transporte :) O Museu conta a história do cacau e do chocolate desde a antiguidade até

Esses dias reparei em uma coisa engraçada. Quando viajo, caminho sem esforço ao menos 5km por dia. Meus pais me ensinaram que a melhor forma de se conhecer uma cidade é caminhando por suas ruas, entrando em suas portas e explorando de perto cada cantinho. Faço isso em qualquer lugar que eu vou – São Paulo, Curitiba, Tóquio ou Amsterdã, não importa onde. Mas não aqui na minha própria cidade. Em Belo Horizonte eu pego um carro para ir à academia, à padaria e ao supermercado – todos a menos de

Rothenburg é uma cidadezinha que faz parte da Rota Romântica da Alemanha, a road trip perfeita para os apaixonados. Minha ideia inicial no país era percorrer exatamente essa rota, mas como nosso voo de volta saía de Amsterdã e o roteiro termina no sul da Alemanha, as coisas ficaram um pouco fora de mão. Então fiquei meio obcecada em conhecer pelo menos uma das pequenas cidades que fazem parte do circuito e acabei escolhendo Rothenburg pela localização e por suas características. Assim como Schwäbisch Hall, Rothenburg ob der Tauber também é

1 2 Page 1 of 2