Monthly Archives

maio 2015

Localizada a 192km de Vík, Jökulsárlón é a maior e mais profunda lagoa da Islândia e considerada mais uma de suas maravilhas da natureza. São 248m de profundidade e 18 km2 de área, sendo que seu tamanho tem aumentado nos últimos anos com o derretimento do glacial que a alimenta. Para chegar até lá basta seguir a Ring Road diretamente e contar a quilometragem no carro pra não passar direto. A lagoa está bem abaixo de uma ponte e não será difícil identificar – são muitos carros estacionados por ali! Vemos grandes

 Depois de percorrer 186km de um maravilhoso trecho da Ring Road, você chegará em Vík, um dos principais pontos de parada e descanso para quem percorre o sudoeste da Islândia. A vila, oficialmente nomeada Vik í Mýrdal, tem cerca de 300 habitantes e é especialmente famosa por suas praias de areias negras. Como uma vila, Vík tem uma estrutura mínima. Por lá encontramos um supermercado, uma loja de bebidas alcoólicas (com horários bem restritos), dois restaurantes e alguns postos de gasolina, mas não exploramos tão bem, então pode ser que haja alguns

Sou uma fotógrafa amadora. Nos últimos anos estudei profundamente fotografia em cursos, grupos de estudo, livros, workshops e até participei de uma exposição aqui em Belo Horizonte. Gosto muito de descobrir novas técnicas e desenvolver meu olhar – e algumas das melhores situações para isso são as viagens! Quando viajo, sou uma slow traveller. Gosto de apreciar as coisas com calma, me sentar na grama ou em um banco, sentir os cheiros e os sons de tudo à minha volta. Não costumo correr para visitar todos os pontos turísticos em um

1. O planejamento pode ser compartilhado Essa trabalhosa fase pode ser dividida: um faz o orçamento, o outro se encarrega de pesquisar as melhores atrações e o outro coloca tudo isso em uma planilha com horários e dias. Dá pra deixar tudo mais leve pra todo mundo. Já começamos bem :) 2. Tem sempre alguém para dividir todos os momentos Estar sozinho naquela hora em que tudo dá errado pode ser desesperador. É muito bom ter alguém ao seu lado caso você perca um voo, bata o carro ou não

Além de Reykjavik, coloquei no meu roteiro a cidade de Vík í Mýrdal (ou só Vík, pros íntimos) para conhecer na Islândia. A vila de aproximadamente 300 habitantes é um dos principais pontos de parada para quem visita o sul da ilha, com algumas opções de hospedagem por perto. Escolhemos Vik por ser um ponto de parada perfeito entre Reykjavik e Jökulsárlón, a lagoa glacial que visitaríamos depois. A vila está a 180km de Reykjavik e a 200km da lagoa glacial, tornando o caminho bem tranquilo e leve. Além disso, Vik

O Golden Circle é uma rota turística de aproximadamente 240km, partindo de Reykjavik. Seus três principais pontos são o Parque Nacional Þingvellir (ou Thingvellir), a linda cachoeira Gullfoss e um vale geotermal com o Geysir “original”. No passeio ainda pode ser incluída a Kerið, um lago formado dentro de uma cratera vulcânica, além de muitas outras paisagens impressionantes que vão fazer você querer descer do carro para fotografar. Apesar de parecer um passeio longo, é tranquilo fazer em um dia, sendo um dos principais tours partindo de Reykjavik. Lembrando que são 240km pra ir

Confesso que cometi um erro na minha programação da Islândia: passamos pouquíssimo tempo em Reykjavík. Provavelmente não trocaria nenhum dos passeios que fizemos por um dia a mais na cidade, mas trocaria um dos dias que passamos na Alemanha, por exemplo. Vale a consideração :) A capital do país é uma cidadezinha linda, com o centro colorido e cheio de lojinhas de souvenir, supermercados, restaurantes e opções de entretenimento. A cidade de 120mil habitantes (censo de 2009) é bastante dispersa e por isso recomendo se hospedar próximo ao centro, preferencialmente nos

1 2 Page 1 of 2