Um Final de Semana em SP, por Amanda Álvares

Esse post começou, na verdade, em um email que minha irmã me mandou com umas dicas do que fazer em São Paulo, já que eu estava indo pra lá ficar uns dias e ela tinha ido uma semana antes. Ela foi com o marido visitar um casal de amigos, o Marcelo e a Fabi, e ela me mandou o roteiro completo da visita, terminando o email com “Praticamente um post para o Andar Comigo hein? Só faltaram as fotos!”. Mas nem precisa de muita foto, né? Achei as dicas excelentes pra quem vai pra cidade pela primeira vez e fica meio perdido sem saber o que fazer, o que conhecer e por aí vai. As possibilidades são infinitas em SP, mas por isso mesmo faz falta ter um norte, né? Vamos lá! 

SÁBADO

Nossa manhã começou com o Museu do Futebol, no Pacaembu (entrada gratuita aos sábados). O museu é bem moderno, cheio de TVs e projeções. Acho que pra quem gosta de futebol é legal. Eu não me empolguei muito, porque não é um tema que me interessa, mas acho que para os meninos vale a visita. O Thiago, meu marido,  adorou!

Almoçamos na Vila Madalena, no Galinheiro Grill. A especialidade é frango assado com polenta, mas tem outras opções de pratos no cardápio. O Thiago comeu uma linguiça recheada com queijo que estava ótima. Achamos um preço muito bom para o taaaanto que comemos e é tudo muito gostoso. Pedi um suco de framboesa lá que estava ótimo.

À tarde demos uma passada pela região da Oscar Freire, que é a rua famosa pelas lojas de grife, marcas chiques e tudo mais. Vale à pena pras mulheres que gostam de umas comprinhas. Eu ficaria horas por lá! kkkk

Mais no final do dia fomos no Parque do Ibirapuera. Como já estava escurecendo e estava frio, não ficamos muito tempo, mas acho que vale a pena ir logo depois do almoço para aproveitar a tarde toda. Tem várias pessoas andando de patins, correndo, passeando com os cachorros, fazendo picnic… E ainda estava acontecendo um evento muito legal de cinema ao ar livre, várias pessoas assistindo filmes debaixo de cobertorzinhos!

De noite tínhamos programado de ir no Peixaria Bar e Venda, na Vila Madalena, com vários tipos de peixes e camarões que ficam expostos num galpão tipo de açougue pra você escolher, mas chegamos tarde e não tinha mais como sentarmos, a fila de espera estava grande e a cozinha fechava meia noite. Acabamos indo no Si Señor, um restaurante mexicano, que é na verdade uma rede de franquias que tem em várias cidades do Brasil (inclusive aqui em BH). Gostamos muito!

DOMINGO

De manhã fomos no bairro Liberdade. Além das lojinhas e supermercados japoneses, tem também uma feirinha média. Nada tão interessante. E tem uma loja de cosméticos e itens de beleza que chama Ikesaki, deu pra comprar uns esmaltes diferentes, mas não tivemos tempo de explorar muito, ela é muito gigante!

Fomos almoçar no Butantan Food Park (dá pra ir de metrô). É muito legal!! É  um espaço aberto com vários trailers de comidas diferentes! Comi um hamburguer, mas tinha paella, empanada, comida tailandesa, costela, um pão de sal redondo com carne dentro… Várias coisas apetitosas. Só o hot dog que o Marcelo falou que tinha comido e não era tão bom. Ahhhh! E o churros de lá é o melhor que eu já comi na vida!!! Delicia! Essa feira é aberta, ao ar livre e só funciona aos domingos. Começa às 12h e é bom chegar cedo, porque fomos às 14:30 e todas as mesas já estavam ocupadas!

O Marcelo deu a dica também que se estiver chovendo no dia, tem a possibilidade de ir em outra parecida que é coberta… Fica na praça Benedito Calixto, na Vila Madalena. Mas essa do Butantan é mais legal e maior :D

fdsemsp


E aí, o que vocês acharam, gente? Eu também fui passear na Liberdade recentemente e fiquei decepcionada com o lugar, apesar de meio nostálgica por encontrar vários produtinhos japoneses nos supermercados! hahaha Acho que, antes de você visitar a cidade, vale à pena também pesquisar a programação cultural pros dias em que você estará por lá. Vai que tem uma exposição super legal acontecendo, uma peça de teatro ou alguma coisa assim, né? Eu dei a sorte de ver a exposição do Castelo Ra Tim Bum no início do mês e foi o máximo! Obrigada pelo post, irmã. E obrigada Marcelo e Fabi por “montarem” esse roteiro que veio parar aqui no blog! <3

Tássia Rabelo

Oi! Meu nome é Tássia, tenho 25 anos e sou aquariana. Minha paixão por viajar veio cedo. Meus primeiros passos foram em uma viagem pra praia e ainda criança aprendi que dormir em uma barraca é normal, ouvir idiomas esquisitos é incrível e conhecer gente diferente é melhor ainda! Sou de Belo Horizonte e apaixonada por Minas Gerais e pelo meu Brasil, mas já morei em alguns outros lugares pelo mundo. Adoro fotografar, ler, fazer projetos manuais, cozinhar, assistir seriados, pesquisar sobre coisas aleatórias, me perder no mundo da internet e ouvir podcasts.